• Qualidade assegurada,
    tradição renovada.

  • Vá com a sua família para o campo, e desfrute da natureza.

  • A arte de bem receber.

CERTIFICAÇÃO DA TURIHAB – Associação do Turismo de Habitação


Para a salvaguarda da genuinidade do Turismo de Habitação e do Turismo no Espaço Rural, a TURIHAB - Associação do Turismo de Habitação desenvolveu o projecto "Qualificação dos Solares de Portugal". No âmbito deste projecto a TURIHAB e a CENTER -Central Nacional do Turismo no Espaço Rural, estão certificadas pela APCER - Associação Portuguesa de Certificação, com a ISO 9001/2008, e a rede Solares de Portugal com a ERS 3001 TH/TER.
CertificaçãoEsta Especificação de Requisitos de Serviços - ERS 3001, foi desenvolvida pela APCER - conjuntamente com a TURIHAB, avaliada e validada por uma Cúria Técnica formada por personalidades representativas dos vários sectores do Turismo de Portugal (agências de viagem, operadores turísticos, Regiões de Turismo, Universidades e Escolas profissionais de Turismo Rural e Ambiental, Hotelaria tradicional, Associações empresariais, transportes e comunicações entre outras).
A ERS 3001 estabelece parâmetros de qualidade, para que os equipamentos de Turismo de Habitação e o Turismo no Espaço Rural que inclui as casas de Campo e Agroturismo, Agro-Turismo, possam dar garantias de uma oferta qualificada em Portugal.
No âmbito da certificação e da qualificação rede Solares de Portugal, foi também, elaborado um Manual de Boas Práticas para assegurar a qualidade do acolhimento, traduzida na satisfação das necessidades e expectativas dos hóspedes e na preocupação de melhoria contínua dos serviços prestados, por todas casas associadas, tendo- se posteriormente implementado a monitorização de qualidade, também, aos novos associados das Casas no Campo.
A implementação deste sistema de qualidade nas redes Solares de Portugal e Casas no Campo, foi fundamental para a consolidação do associativismo a avaliação do desempenho, junto dos mercados alvo e o estímulo à cooperação entre os respectivos membros. O grande objectivo foi apresentar, mediante regras e padrões de qualidade estabelecidos, um produto nacional com qualidade reconhecida internacionalmente e contribuir para a dinamização de um modelo europeu de acolhimento no Turismo de Habitação e do Turismo no Espaço Rural em Portugal.
A qualificação dos Solares de Portugal e das Casas no Campo é o resultado de quase 30 anos de trabalho da Associação, dos seus colaboradores, dos seus parceiros, mas principalmente dos seus associados, uma vez que, sem o empenho dos proprietários das casas, não seria possível criar um produto de qualidade com esta expressão nacional e internacional
A rede dos Solares de Portugal recebeu em 2006 a Certificação "Marca Portugal", da AICEP- Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, destacando-se como a primeira marca do sector do Turismo a receber esta distinção.

Em 2010 fruto de um intenso trabalho em parceria com o Turismo de Portugal, foi efectuada a transcrição da ERS 3001 TH/TER para Norma Portuguesa - NP4494:2010 - desenvolvida para o Turismo de Habitação e Turismo no Espaço Rural, pela Subcomissão 7 da CT 144 - Comissão Técnica de Normalização para o Turismo, do Turismo de Portugal, e que vai contribuir grandemente para a melhoria contínua dos serviços prestados e criar condições para que a certificação se processe de uma forma natural para melhorar a gestão das casas e transmitir uma imagem de excelência aos hóspedes do turismo de habitação e do turismo no espaço rural
Em 2011 todos os Associados da TURIHAB - Associação do Turismo de Habitação implementaram os requisitos de acordo com aNP4494:2010 tendo sido certificados, pela APCER – Associação Portuguesa de Certificação. Esta Certificação é sem dúvida um motor de desenvolvimento e um suporte eficaz de promoção das marcas Solares de Portugal e das Casas de Campo. Contribuiu também para a valorização da oferta turística, do património edificado e dos recursos humanos e naturais de cada região, potenciando as suas valências, como a gastronomia, os Vinhos, as actividades desportivas e de lazer, o turismo cultural e de natureza, fomentando a qualidade dos serviços e criando a sustentabilidade do meio rural em Portugal.

Missão e Valores da TURIHABA TURIHAB tem como principal missão o apoio aos seus associados e o desenvolvimento do associativismo. É sua missão garantir e fomentar a genuinidade da oferta e a qualidade das marcas Solares de Portugal e Casas no Campo; conduzir acções de promoção e comercialização tanto no estrangeiro como em Portugal; garantir aos hóspedes estadias tranquilas, marcadas pela originalidade, bom gosto e tradição; preservar o património arquitectónico, promover a riqueza da nossa cultura, a arte de viver, as nossas tradições a hospitalidade e o acolhimento familiar e o turismo no campo.

Missão e Valores da TURIHABA TURIHAB tem tido um papel determinante, na evolução, ao longo dos anos do conceito do turismo de habitação e do turismo no espaço rural em Portugal e nas redes Europeias e do Mercosul de que faz parte. Para diferenciar e promover o Turismo de Habitação e o TER a TURIHAB, criou a marca Solares de Portugal que se dividem em três categorias de acordo com as características das casas, com elevado conforto e qualidade reconhecida nacional e internacionalmente, já que cerca de 70 por cento dos seus hóspedes são estrangeiros.
A oferta dos Solares de Portugal é constituída por Casas Antigas, Quintas e Herdades e Casas Rústicas, consoante a sua imponência, dimensão, espaços envolventes, jardins, decoração e peso histórico.
As Casas Antigas caracterizam-se pela sua arquitectura erudita e muitas delas remontam aos séculos XVII e XVIII. Nas Quintas e Herdades, o acolhimento faz-se num ambiente mais rural, pois estas casas constituem o assento de lavoura, ainda vivo e palpitante, da propriedade agrícola em que se enquadram.
Existem ainda as Casas Rústicas, com grande valor etnográfico, na medida em que usam na sua arquitectura – simples e de pequenas dimensões – materiais e processos construtivos caracteristicamente locais.
Os Solares de Portugal implementaram um sistema de Gestão de Qualidade, desenvolveram o Manual de Boas Práticas e em parceria com a APCER, uma especificação de Requisitos de Serviço (ERS3001TER) que conduziu à certificação da rede Solares de Portugal. Mais recentemente a TURIHAB desenvolveu a nova marca Casas no Campo que integra todas os empreendimentos classificados em Agroturismo, casas de campo, turismo de aldeia e turismo rural que se candidatem à TURIHAB.

Missão e Valores da TURIHABA TURIHAB adoptou como Política da Qualidade os seguintes princípios:
- Satisfazer os requisitos dos Associados e seus Clientes, identificando e entendendo as necessidades respectivas.
- Reforçar a relação de parceria com os nossos associados.
- Criar uma plataforma de comunicação entre as Casas nossas associadas, as agências de viagens, os operadores turísticos e as empresas de animação turística.
- Proporcionar a todos os Colaboradores a formação, ferramentas e um bom ambiente de trabalho para que possam contribuir para o excelente desempenho da nossa organização.
- Promover a realização de jornadas de estudo, Seminários, Congressos e realizações similares.
- Participar em reuniões oficiais, feiras e outras manifestações em que o Turismo de Habitação e o Turismo no Espaço Rural devem fazer-se representar.
- Estabelecer parcerias com outros organismos quando tal se mostre conveniente, nomeadamente no quadro da promoção e comercialização do produto Europa das Tradições ,Fazendas do Brasil .
- Avaliar os serviços e processos de forma a promover a melhoria contínua do desempenho do sistema.
Defender a qualidade das marcas Solares de Portugal e Casas no Campo

Missão e Valores da TURIHAB- Fomentar a diferenciação do Turismo de Habitação e do Turismo no Espaço Rural com a certificação da Marca Solares de Portugal e a criação de ferramentas de Gestão de Qualidade, como a ERS3001TER ,o Manual de Boas Práticas dos Solares de Portugal; e participar na elaboração da NP4494:2010  Norma Portuguesa para o Turismo de Habitação e o TER(turismo no espaço rural )

- Fomentar a mais valia Qualidade/Preço, organizando e classificando a oferta com tipologias de preços, e com a criação da central de reservas – CENTER, garantes de fidelização dos mercados e satisfação dos consumidores;
- Reforçar a capacidade de gestão recorrendo a novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), com a ligação em rede de todos os Solares de Portugal; e das Casas de Campo
- Fortalecer o associativismo empresarial e a cooperação ao nível das redes Europa das Tradições e Fazendas do Brasil para a internacionalização da marca Solares de Portugal; e promoção da nova marca Casas no Campo
- Fomentar a originalidade e a genuinidade dos produtos TH / TER, promovendo a arte de bem receber, a hospitalidade familiar e a tradição dos Solares de Portugal; e o turismo ativo e turismo no campo com a nova marca casas no campo .

- Promover as campanhas de promoção: “VIVÊNCIAS NOS SOLARES DE PORTUGAL - Cada casa uma vivência, cada visita uma experiência” e “Portugal a sua Terra, os Solares a sua Casa”. Promover  o   slogan “Portugal campo e mar” para diferenciar a oferta de turismo no espaço rural com  a marca Casa de Campo.

Conheça aqui o Manual de Boas Práticas dos Solares de Portugal
Conheça aqui a Especificação de Requisitos de Serviço - ERS 3001
Conheça o Guia de Boas Pratica de Turismo de Habitação e de Turismo no Espaço Rural